35 anos
Institucional

CHUVAS: Carro na enchente, como agir?

Como fazer caso você não tenha seguro auto e passou por uma enchente? Bem, nesse caso os valores para conserto do carro avariado pelas chuvas pode chegar ao prejuízo de R$ 2 mil até R$ 10 mil, com recuperação na parte mecânica, elétrica, funilaria e limpeza do veículo, podendo ficar até dois meses na oficina. Nesta época do ano, notícias sobre carros engolidos por enchentes são frequentes no noticiário, por isso.

Lembre-se sempre de ficar atento sobre as condições do tempo na sua cidade antes de sair de casa, e se atenha aos pontos de alagamento, evitando-os. Em caso de inundação, comunique imediatamente a corretora ou seguradora, e solicite um guincho para levar o veículo a um local seguro. É importante autorizar o conserto do veículo somente após a liberação da seguradora, que irá avaliar se há recuperação ou perda total. Quando há recuperação: os danos parciais podem variar entre prejuízos ao motor, elétrica, funilaria, estofamento e acabamento. Caso haja segur, e o valor não ultrapasse o estipulado pela franquia, há cobertura. Quando não há recuperação: quando os danos ultrapassam 70% do valor do veículo, se considera perda total, e sua indenização é igual à de uma batida ou roubo. O motorista só será indenizado , no entanto, caso se comprove que não houve agravamento de risco desnecessário (como atravessar pelo alagamento, por conta própria).

A Susep (Superintendência de Seguros Privados) determina que os planos básicos, ou seja, aqueles que possuem cobertura contra colisão, roubo e incêndio, também incluam a cobertura relacionada à submersão total ou parcial do veículo. No entanto, esta vale somente se não for em água salgada. Caso seja confirmada atitudes que agravem os riscos,  como tentar passar pela enchente ao invés de deixar o carro estacionado, esperando baixar o nível de água, as seguradoras não aceitarão reembolsar o cliente.