35 anos
Institucional

10 lugares para viajar nas férias de julho

Quem ama viajar é capaz de ficar contando os dias para feriados, fins de semana e quaisquer outras lacunas que permitam uma escapada. Como a gente ama dar dicas de destinos bacanas pra todo mundo ir, desta vez selecionamos 10 lugares para viajar nas férias de julho, período de frio e diversão.

 

Santiago – Chile

Uma boa pedida para o inverno é o Valle Nevado, no Chile. Apesar de disputado, o local a uma hora de Santiago encanta os brasileiros e se destaca como um dos melhores destinos da temporada na América do Sul. São várias pistas de esqui – com direito a aulas – para aproveitar, além de spa, piscina aquecida com direito a DJ pra dar aquela animada, sala de cinema, entre outros, dentro do resort.



 

Bariloche - Argentina

Queridinho dos brasileiros, o destino fica ainda melhor no mês de julho por conta da temperatura. A protagonista da estação é a neve, permitindo atividades divertidas que são impossíveis no Brasil. Entre os atrativos que tanto chamam a atenção estão as estações de esqui e snowboard, as lojas de chocolate e trilhas entre paisagens exuberantes.



 

São Joaquim – Santa Catarina

Quem pensa que no Brasil não neva está muito enganado. Com temperaturas abaixo de zero, São Joaquim é uma das cidades abençoadas pela neve ocasional que atrai turistas do país todo. A região, que inclui Urupema e Urubici, tão frias quanto, é cercada de verde e tem atrações entre as montanhas, como vinícolas, a Pedra Furada e a Serra do Rio do Rastro, em Bom Jardim da Serra.



 

Campos do Jordão – São Paulo

Com arquitetura ao estilo alpino, muitas boutiques, restaurantes aconchegantes e baladas animadas, Campos do Jordão é um dos principais refúgios dos paulistanos quando as temperaturas caem.  É na pequena cidade que acontece um dos maiores festivais de inverno da América Latina, em julho.



 

Cunha – São Paulo

Esta pequena cidade no interior de Sampa e próxima a Paraty, no Rio de Janeiro, fez um baita sucesso aqui no blog por conta de seus belos campos de lavanda, além de ser uma região montanhosa com paisagens bucólicas e pousadas charmosas. Durante o mês do julho, a grande atração é o Festival de Inverno “Acordes na Serra”, presente na região há duas décadas. O evento conta com exposições, shows e concertos. Há ainda, no mesmo mês, a Festa do Divino.



 

Guaramiranga – Ceará 

É inacreditável o quanto o Ceará consegue ser multifacetado. Pouca gente sabe, mas no Maciço de Baturité tem uma cidade nordestina que é apelidada de “Suíça cearense” e “Cidade das Flores”. Guaramiranga é uma região serrana onde os termômetros marcam entre 15ºC e 23ºC, muito mais amenas do que o litoral. Para quem quer curtir o visual e relaxar, é o lugar ideal. Agraciado pela natureza, o lugar também é propício para o ecoturismo.



 

Gonçalves – Minas Gerais

Rodeada por montanhas repletas de grandes Araucárias e Pinheiros, o município de Gonçalves já pega os turistas pela comida mineira, feita no fogão à lenha. As pousadas se destacam pela vista para a natureza, ideal para quem quer tranquilidade. O centro tem cara de interior, pequeno, pacato, mas com boas opções gastronômicas.



 

Mendoza – Argentina

Partindo de Buenos Aires ou em voos diretos você pode chegar a Mendoza, destino conhecido pela neve, vinícolas e águas termais. Entre as montanhas dos Andes, a região tem atrações que incluem tour pelos vinhedos, passeios a cavalo, descanso nas estações hidrotermais e spas, além de esqui na estação de Los Penitentes.



 

La Paz – Bolívia

A capital mais alta do mundo é uma boa pedida para o inverno porque este é o período no qual as chuvas dão uma trégua. Os meses de junho e julho (o período mais frio) são os mais secos, o que torna os passeios mais agradáveis. Conheça o centro histórico, os museus e o fascinante Mercado das Bruxas, onde há uma porção de ervas medicinais e outros itens típicos à venda pelas índias aymara. Além de ter contato com a cultura andina, a viagem pode te levar ainda para outros caminhos mais distantes, como ao Salar de Uyuni e, quem sabe, até Machu Picchu. 



 

Cancun – México 

Tudo bem, você viu a lista toda cheia de montanhas, neve e lugares pra curtir um friozinho. Mas se você prefere curtir a luz do sol, uma boa pedida é aproveitar o período para visitar Cancún. A temporada de furacões costuma baixar os preços do Caribe entre junho e novembro, mas a maioria só acontece mesmo entre setembro e outubro. Porém, o mês de julho ainda é um bom período para viajar a Cancún, que tem queda nos preços e boa temperatura para aproveitar as praias paradisíacas e os parques. Não deixe de ir ao parque Xcaret e ao Museu Subaquático.



Fonte: http://quantocustaviajar.com/blog/10-lugares-para-viajar-nas-ferias-de-julho/